OUTROS DESTAQUES
Visita à Embratel melhora relações, mas não muda recomendação
quarta-feira, 01 de agosto de 2001 , 22h18 | POR REDAÇÃO

O encontro de analistas do mercado com a Embratel, realizado terça, dia 31, foi muito elogiado pelos profissionais como a possibilidade de início de uma abertura da empresa. Nenhuma pergunta ficou sem resposta. Tanto que o papel mais negociado da operadora subiu quase 2,5% nesta quarta, dia 1. Não mudou, contudo, a visão de que a Embratel é uma das maiores prejudicadas pelo aumento da concorrência. Apesar da chance de superação de suas dificuldades atuais de cobrança (a empresa deverá ceder à cobrança compartilhada com as operadoras de telefonia fixa local), o que pesa mais é a perda de market share. Vinícius Langoni, da Fator, recomenda a manutenção da ação da Embratel. Isso é, na prática, um rebaixamento, uma vez que o papel era considerado "atraente". Seu preço-alvo é de R$ 17,47, com upside de 28,7%.

COMENTÁRIOS

Nenhum comentário para esta notícia.

Deixe o seu comentário!

EVENTOS

Principal encontro do mercado de satélites brasileiro

31 de agosto a 1 de setembro
Royal Tulip Rio de Janeiro, RJ, Brasil
Top