OUTROS DESTAQUES
Celulares
Gradiente planeja aumentar vendas em 70% neste ano
quinta-feira, 01 de setembro de 2005 , 20h24 | POR IVONE SANTANA

Como resultado do investimento no aumento de sua capacidade produtiva neste ano, a Gradiente espera aumentar suas vendas em 70%, em relação a 2004, o que poderá refletir-se no aumento da receita na faixa de 35% a 40%. O desempenho não deverá se repetir em 2006, devido à estabilização da produção e do mercado, acredita a direção da empresa. Nesta quinta, 1°, a empresa lançou o Gradiente Vibe, um MP3 player com celular integrado. O produto já vem com um míni SD Card com 128 Mb de memória e capacidade para mais de duas horas de músicas no formado MP3. As músicas também podem ser usadas como ringtones. A estimativa da diretoria da Gradiente é vender 100 mil aparelhos até o final do ano.
Desenvolvido em parceria tecnológica com a coreana Ezze, o Gradiente Vive já foi negociado com as operadoras TIM, Claro, Brasil Telecom, Oi e Telemig Celular. O investimento no projeto, em produção, desenvolvimento e marketing, foi de R$ 3 milhões, disse a Gradiente.
A divisão de celulares representa 25% dos negócios da Gradiente. A empresa quer expandir os negócios neste ano para a América Latina, especialmente Argentina e México. A expectativa de exportação é de 150 mil handsets até dezembro. Para 2006, a expectativa é direcionar 15% da produção para o mercado internacional. Apesar de o Gradiente Vive estar na lista de produtos que serão vendidos para o mercado externo, o primeiro modelo para exportação será o Strike Blue. O Vive é direcionado aos jovens, público-alvo que a empresa quer atingir.
No Brasil, a empresa afirma deter atualmente 6% de market share em GSM, e sua meta é atingir 10% até o final do ano. Para um mercado total que deve chegar a 60 milhões de aparelhos produzidos em 2005, a Gradiente calcula que produzirá 2 milhões de unidades.

COMENTÁRIOS

Nenhum comentário para esta notícia.

Deixe o seu comentário!

EVENTOS
Não Eventos
Top