OUTROS DESTAQUES
Políticas de comunicação
Ministro explica como ficarão projetos de inclusão
quinta-feira, 01 de setembro de 2005 , 18h53 | POR REDAÇÃO

O ministro Hélio Costa reafirmou nesta quinta, 1°, que o presidente Lula e a ministra-chefe da Casa Civil, Dilma Rousseff, determinaram que todo e qualquer projeto de inclusão digital do governo federal deverá de alguma forma ser coordenado pelo Ministério das Comunicações, "mesmo mantendo sua configuração original e até mesmo os coordenadores anteriormente designados". Entre estes projetos, está a proposta de fabricar no Brasil um notebook de baixo custo (um limite de US$ 100), a ser distribuídos pelo governo aos estudantes brasileiros. Curiosamente, o ministro não faz mais referência à proposta apresentada pelo pesquisador norte-americano, Nicolas Negroponte, que esteve no Brasil justamente para tratar do assunto. De acordo com o ministro, o governo brasileiro vai gastar em torno de R$ 600 mil para pesquisar as alternativas em torno do tema.
O governo avalia preliminarmente que para se obter esse valor seria necessária a produção ou a compra de no mínimo 2 milhões de unidades. Para explicar como funcionaria a relação entre o Ministério das Comunicações e os projetos que estão sendo tocados em outras áreas, Costa observou que, no caso do notebook econômico, o coordenador do projeto é um dos assessores do presidente Lula, César Alvarez, e que este deverá dar ciência ao Minicom de seu trabalho.
Em relação ao fato de os projetos continuarem em outros ministérios, Costa não vê maiores problemas. "Apenas precisarei ser informado do que estiver acontecendo".

COMENTÁRIOS

Nenhum comentário para esta notícia.

Deixe o seu comentário!

EVENTOS
Não Eventos
Top