OUTROS DESTAQUES
Continua a arbitragem entre ações ON e PN
sexta-feira, 01 de outubro de 1999 , 20h15 | POR REDAÇÃO

O foco das análises no setor de telecomunicações nas bolsas continua sendo a arbitragem entre papéis com direito a voto (ON) e os sem este direito (PN). Isso se deve ao lançamento de ADRs de Recibos Telebrás ON (atualmente só existem preferenciais nos Estados Unidos), que implicam o lastro proporcional de ações do mesmo tipo de todas as holding que os compõem. Um bom número de analistas acredita que deve ser mantido um prêmio de 30% a 35% das PN sobre as ON. Por exemplo: Tele Sudeste Celular, nesta sexta-feira, saía por R$ 27,00 ON e R$ 42,00 PN. A diferença era de 64,3% no total e 26,15%, se for descontado o prêmio. Este seria o potencial básico de valorização. No caso da Tele Norte Celular, os dois preços são muito semelhantes (ON a R$ 1,05 e PN a R$ 1,07), sendo portanto inviável o ganho na arbitragem.

COMENTÁRIOS

Nenhum comentário para esta notícia.

Deixe o seu comentário!

EVENTOS
Não Eventos
Top