OUTROS DESTAQUES
Conflito de sócios
Para mercado, desfecho na BrT está próximo
quarta-feira, 01 de outubro de 2003 , 19h50 | POR SÉRGIO SISTER

Depois de uma seqüência de baixas, as ações da Brasil Telecom voltaram a subir nesta quarta-feira, dia 1º, acompanhando a onda de altas na Bolsa de Valores de São Paulo. Os investidores interpretaram positivamente o fato relevante da empresa anunciando a redução dos investimentos em 2003. O Capex cairá de R$ 1,8 bilhão para R$ 1,4 bilhão, para que seja abatida parte da sua dívida líquida. O mais importante, no entanto, é que os analistas começam a apostar em um desfecho próximo para as disputas entre os principais controladores da companhia.
Profissionais ouvidos por TELETIME News acreditam que já não é possível descartar a possibilidade de sucesso da Previ e do BNDES na assembléia marcada para a próxima segunda-feira, dia 6, em conseguir os 90% dos votos necessários para afastar o Opportunity da administração do CVC Opportunity Equity Partners FIA. Não que a Sistel (fundo dos funcionários de telecomunicações) deixe de ser fiel a Daniel Dantas. Mas, principalmente, em virtude de crescentes pressões, inclusive do governo, em favor de uma solução negociada.
Enquanto não há um desfecho, o comportamento dos investidores ainda é de cautela. Durante o pregão, as ações da operadora chegaram a subir quase 6%, porém, sem muita sustentação nesse patamar. No fechamento, a alta ficou em 4,7%. Ainda está longe da performance da Telemar, por exemplo, que acumula alta no ano de quase 60% e do Ibovespa, de 46%. A BTP, mesmo com a puxada de quarta, não chegou aos 30%.

COMENTÁRIOS

Nenhum comentário para esta notícia.

Deixe o seu comentário!

EVENTOS
Não Eventos
Top