OUTROS DESTAQUES
Serviços móveis
Oi quer lançar 2G em São Paulo em paralelo à 3G
quinta-feira, 01 de novembro de 2007 , 13h07 | POR FERNANDO PAIVA

A Oi só decidirá quanto investirá em São Paulo e quando entrará em operação nesse estado depois do leilão de 3G. A intenção da operadora é tentar comprar uma licença de terceira geração para operar em São Paulo e montar uma rede 2G e 3G simultaneamente.
A Oi também planeja comprar licenças de 3G para os 16 Estados de sua atual área de operação e descarta a possibilidade de participar do leilão nas regiões Sul e Centro-Oeste. ?Não acreditamos em 3G puro. Precisamos da escala do 2G?, justificou o diretor de finanças e de relações com os investidores da Oi, José Luis Salazar.

850 MHz

Com o entendimento da Anatel de que se pode lançar serviços de 3G em 850 MHz, operadoras como Claro, TIM e Telemig Celular devem construir redes de terceira geração antes da Oi. Questionado se isso preocuparia sua companhia, Salazar respondeu que não: ?A diferença de tempo será pequena?.
No dia 13 de novembro, a revista TELETIME realiza em São Paulo o 1º Seminário Wireless Broadband, que discute as possibilidades de negócios das plataformas móveis para banda larga e os modelos regulatórios em perspectiva, tanto para 3G quanto para WiMax. Mais informações pelo site www.teletela.com.br/eventos.

COMENTÁRIOS

Nenhum comentário para esta notícia.

Deixe o seu comentário!

EVENTOS
Não Eventos
Top