OUTROS DESTAQUES
3G Americas prega migração para GSM
quinta-feira, 02 de maio de 2002 , 22h33 | POR REDAÇÃO

Os representantes do 3G Americas procuraram enfatizar as vantagens de migrar as redes TDMA para o GSM, em oposição à escolha da tecnologia CDMA. Chris Pearson, vice-presidente executivo da organização, destacou que a tecnologia é a que apresenta maior potencial de crescimento nas Américas, baseado em dados da Nokia: em 2006, a tecnologia GSM, que hoje responde por 6% da base da região, vai ocupar 69%. O CDMA, hoje com 22% do mercado, vai ficar com 31%. A tecnologia TDMA, atualmente dominando o mercado, com 69%, tende a desaparecer por não contar com solução evolutiva. A questão é saber como evoluir na migração. Para Mário Baumgarten, da Siemens, o ambiente competitivo que se prevê no País, com a chegada de novos operadores GSM, indica a necessidade de uma migração rápida e agressiva. "Consideramos ideal que seja feita a migração em 25% da rede ao ano, para uma cobertura total em dois anos." Yolande Pineda, gerente de comunicações da Nokia Networks, por outro lado pondera: "É preciso levar em conta o assinante e a capacidade de investimento da operadora", diz ela. A empresa oferece sistema GSM em 850 MHz, que podem ser utilizado em convívio com as redes atuais de TDMA.

COMENTÁRIOS

Nenhum comentário para esta notícia.

Deixe o seu comentário!

EVENTOS

Principal encontro do mercado de satélites brasileiro

31 de agosto a 1 de setembro
Royal Tulip Rio de Janeiro, RJ, Brasil
Top