OUTROS DESTAQUES
Programação
Net Brasil e NeoTV fecham acordo para canais Globosat
terça-feira, 02 de outubro de 2007 , 19h17 | POR SAMUEL POSSEBON

A Net Brasil, responsável pela negociação dos canais Globosat com operadores de TV por assinatura, assinou memorando de entendimento com a associação NeoTV para a distribuição dos canais da programadora entre as operações representadas pela associação. A NeoTV é a responsável pelos acordos de programação da maior parte dos pequenos e médios operadores do mercado brasileiro.
O acordo traz as linhas gerais de distribuição dos canais Globosat, que basicamente dizem respeito a empacotamento e preços. São, portanto, as condições do Termo de Cessação de Conduta (TCC) celebrado entre a Globosat e o Cade. São, também, as condições que os atuais associados Net Brasil (como Net Serviços e Sky) e também a Telefônica praticam.
As negociações para a distribuição com cada operador ligado à NeoTV são individuais, e várias estão em curso, inclusive com a TVA (que tem a Telefônica como acionista). Imediatamente, a Net Brasil já tem acordos com a Way TV para a distribuição dos sinais Globosat na cidade de Belo Horizonte (firmado no primeiro semestre) e outras três já fecharam, mas ainda estão finalizando os seus planos de lançamento e por isso pedem para não ter seus nomes revelados. Todas as operadoras distribuem os canais SporTV, SporTV2, Globo News, GNT, Multishow e Premiere Futebol Clube. A WayTV distribui ainda o Canal Brasil.
O acordo entre a Net Brasil e a NeoTV tem um significado importante, já que a franqueadora e a associação estiveram, por muitos anos, em lados opostos em relação ao mercado de compra de programação. A NeoTV foi quem entrou com uma representação junto ao Cade pedindo a quebra de exclusividade do canal SporTV, o que levou à celebração do TCC entre Globosat e o órgão de defesa da concorrência.
Quando o processo no Cade foi concluído, os termos do TCC não satisfizeram a NeoTV, mas esse acabou sendo o parâmetro de negociação da Globosat, que não pôde ser mais flexível por conta de seus contratos com a Net Serviços e com a Sky.
A Telefônica, que é acionista da TVA, está com os canais Globosat em sua grade de programação desde a semana passada, mas as operações da TVA ainda não. Isso porque a negociação com a TVA é separada e ainda não está concluída.

COMENTÁRIOS

Nenhum comentário para esta notícia.

Deixe o seu comentário!

EVENTOS
Não Eventos
Top