OUTROS DESTAQUES
Riscos inerentes aos BDRs da TISA
quarta-feira, 03 de maio de 2000 , 22h59 | POR REDAÇÃO

Analistas de fundos de hedge alertam para o fato de que a troca de ações da Telesp por BDRs da Telefónica Internacional (TISA) – adiada para junho, devido a problemas trabalhistas na CVM – apresenta dois riscos imediatos para os investidores brasileiros. O principal deles ocorre a partir do próximo dia 14. A partir desta data, os bancos e fundos que participaram do lançamento das ações da Terra Networks já poderão legalmente negociar o papel, que entrou no mercado a US$ 13 e alcançou US$ 60. Há fortes indícios de que haverá uma pressão vendedora no período, baixando as cotações e tirando poder de fogo da TISA. "A Terra é a casa da moeda da TISA", compara um analista. Ou seja: desvalorizando-se a Telefónica, cai o valor de suas BDRs.

COMENTÁRIOS

Nenhum comentário para esta notícia.

Deixe o seu comentário!

EVENTOS

Principal encontro do mercado de satélites brasileiro

31 de agosto a 1 de setembro
Royal Tulip Rio de Janeiro, RJ, Brasil
Top