OUTROS DESTAQUES
Embratel sugere separação entre redes e serviços
segunda-feira, 03 de junho de 2002 , 21h37 | POR REDAÇÃO

A vice-presidente de assuntos externos e locais da Embratel, Purificación Carpinteyro, sugeriu que se separe a infra-estrutura de redes da prestação dos serviços como forma de solucionar o impasse com as teles locais que resistem à liberação de suas redes para a oferta de serviços locais da carrier. A vice-presidente da Embratel disse, durante o 44º Painel Telebrasil, que a infra-estrutura é um bem do Estado, e que a separação entre redes e serviços seria a única solução "se a fiscalização e a repressão (pela Anatel) não forem suficientes para impedir práticas anticompetitivas das concessionárias locais". Proposta semelhante foi levantada pelo deputado federal Alberto Goldman (PSDB/SP) em entrevista à revista TELETIME em maio último. Purificación acusa as teles locais de praticar discriminação de preços e subsídios cruzados para obter vantagem competitiva na cobrança de tarifas de interconexão em suas redes locais (na origem e terminação de chamadas de longa distância).

COMENTÁRIOS

Nenhum comentário para esta notícia.

Deixe o seu comentário!

EVENTOS

Principal encontro do mercado de satélites brasileiro

31 de agosto a 1 de setembro
Royal Tulip Rio de Janeiro, RJ, Brasil
Top