OUTROS DESTAQUES
Consolidação
Telecom Américas troca executivos e caminha para concentração
terça-feira, 03 de setembro de 2002 , 19h34 | POR FERNANDO PAIVA E LUIZ MOURA

As empresas do consórcio Telecom Américas são alvo de mudanças gerenciais que indicam avanços no sentido de uma consolidação das suas diferentes operações. No final da semana passada, Brian Schicker deixou a presidência da Americel e Claro Digital para assumir novo cargo na Vésper, levantando especulações de que as duas empresas celulares ficariam subordinadas agora ao diretor operacional da ATL, Rogelio Viesca. Paralelamente, notícias confirmadas por fontes próximas às operadoras deram conta ainda da saída de José Luiz de Souza da presidência da Tess, com a submissão da operadora passando também a Viesca. A assessoria de imprensa do consórcio Telecom Américas (acionista das operadoras móveis) no Brasil apenas confirmou a saída de Schicker, sustentando que Souza permanece à frente da Tess.
As mesmas fontes informam que os substitutos de Schicker e Souza, alçados do quadro atual de executivos de cada uma das operadoras, serão diretores regionais do grupo, reportando-se a Viesca. O executivo veio para o Brasil indicado pela empresa mexicana América Móvil (que se encontra em processo de assumir o controle do consórcio Telecom Américas) para coordenar o processo de fusão das empresas. A assessoria do consórcio também nega estas informações, afirmando que os substitutos de Schicker apenas ocupam interinamente o comando das empresas e que Viesca tem apenas a incumbência de aproveitar as sinergias entre as operações.
A Americel passou a ser comandada pelo diretor-financeiro da operadora, Eduardo Lubisco. Na Claro Digital, por sua vez, quem está agora à frente é o diretor de marketing Marcio Ramos.

COMENTÁRIOS

Nenhum comentário para esta notícia.

Deixe o seu comentário!

EVENTOS
Não Eventos
Top