OUTROS DESTAQUES
Mercado
Embratel incorpora ativos da Telmex no Brasil
segunda-feira, 03 de outubro de 2005 , 12h52 | POR REDAÇÃO

A Embratel Participações anunciou na sexta, 30, a incorporação da totalidade do capital da Telmex do Brasil (ex-AT&T Latin America), pela aquisição da Atlantis Holdings do Brasil Ltda.; e da participação de 37,1% que a Teléfonos de Mexico detém na Net Serviços de Comunicação por meio da Latam do Brasil Participações S/A.
De acordo com o comunicado enviado à Bolsa de Valores de São Paulo (Bovespa), a Embratel Participações irá incorporar um patrimônio líquido total de mais de R$ 978 milhões (R$ 188.113.341,80 referentes ao valor contábil da Atlantis e R$ 791.414.040,70 da Latam). Assim, com o aumento no capital social da Embratel, serão emitidas 230.452.649.971 novas ações ordinárias.
A Embratel calcula um gasto de R$ 5 milhões com a operação de incorporação, incluídas despesas com publicações, auditores, avaliadores, advogados e demais profissionais contratados para auxiliar no processo.
O negócio já obteve autorização da Anatel e depende apenas de aprovação dos acionistas da Embratel, o que deverá acontecer na assembléia geral extraordinária (AGE) convocada para o próximo dia 24.

Justificativa

Na justificativa da incorporação o documento encaminhado à Bovespa afirma que a operação contribuirá para o desenvolvimento das atividades da Embratel Participações e suas controladas, em especial a operadora Embratel, ?tanto através do incremento da atuação em mercados em que aquelas empresas já possuem presença consolidada, como também na expansão em outros segmentos de mercado, notadamente na prestação de serviços de telefonia local para os mercados de pequenas e médias empresas (PME) e residencial?.

Telmex do Brasil

Espera-se ganhos com sinergias operacionais e administrativas com a incorporação da Telemex do Brasil. A Embratel integrará à sua rede 500 km de redes metropolitanas de fibra óptica em oito cidades, incluindo São Paulo, que conecta cerca de mil prédios corporativos.

Net

Já o negócio com a Net tem como objetivo ?possibilitar o estreitamento nas relações entre as duas empresas?. Como já anunciado e há algum tempo esperado, a Embratel deverá usar a rede da Net para a prestação de serviços integrados de telefonia local e longa distância. A Embratel terá com a Net um universo potencial de 6,7 milhões de clientes residenciais e 700 mil PMEs. Com a incorporação da participação da Latam, a Embratel Participações garante ainda o direito de adquirir o controle da Net, mediante o exercício de opção de compra, nos termos e condições previstos pelo acordo de acionistas da GB Empreendimentos e Participações, atual controladora da Net. Ou seja, quando houver possibilidade legal, a Embratel assumiria o controle da operadora de cabo, em operação já prevista no acordo entre Telmex e Globo.

COMENTÁRIOS

Nenhum comentário para esta notícia.

Deixe o seu comentário!

EVENTOS

Principal encontro do mercado de satélites brasileiro

31 de agosto a 1 de setembro
Royal Tulip Rio de Janeiro, RJ, Brasil
Top