OUTROS DESTAQUES
Mercado de ações
Alta na Telemig deve-se a "especulações requentadas"
quarta-feira, 03 de dezembro de 2003 , 19h38 | POR REDAÇÃO

É consenso entre analistas ouvidos por TELETIME News, que os últimos rumores sobre a ?venda iminente? da Telemig Celular seriam apenas ?especulações requentadas?, conforme a expressão utilizada pelo chefe de pesquisa de um dos bancos mais atuantes no setor. ?É muito provável que, em algum momento, tanto a Telemig Celular quanto a Tele Norte Celular sejam vendidas para a Vivo ou Telecom Americas (Claro), como parece mais óbvio?, ponderou a fonte, observando que ela não pode seguir sozinha por muito tempo na concorrência com os grandes grupos telefônicos, que contam com ganhos sinérgicos em tráfego e custo de interconexão. ?Mas isso depende ainda de um arranjo entre os controladores, o Opportunity e os fundos de pensão?, acrescentou. Ou seja, não há fato novo que justifique a alta experimentada pelos papéis da Telemig nas últimas semanas.
Uma das melhores companhias de telefonia celular do país ? na opinião da maioria dos profissionais do mercado ? a Telemig Celular registrou elevação de suas ações nos últimos dois meses. No ano, já acumula valorização de quase 165% nas ON, justamente as de melhor posição numa eventual venda da operadora. Alguns profissionais do mercado, contudo, acreditam que já não haja muito espaço para altas: o preço de mercado da Telemig (cerca de R$ 3 bilhões quando considerada a cotação das ações ordinárias) reflete um valor, por cada um de seus dois milhões de assinantes, de US$ 500. As últimas negociações têm sido realizadas por preços inferiores.
Há quem acredite, porém, que a qualidade da operadora permita supor uma quantia maior, até mesmo US$ 700 por assinante, ou um potencial de valorização de 40%. Nesse caso, as ON poderiam chegar a R$ 11,70.
A parte que caberia aos controladores (20% da Telpart e 4% da Previ) totalizaria, hoje, R$ 720 milhões, podendo chegar aos R$ 900 milhões com um prêmio de controle de 40%.

COMENTÁRIOS

Nenhum comentário para esta notícia.

Deixe o seu comentário!

EVENTOS
Não Eventos
Top