OUTROS DESTAQUES
Anatel
Ouvidoria da Anatel divulga relatório contundente
sexta-feira, 04 de novembro de 2005 , 19h08 | POR CARLOS EDUARDO ZANATTA

O ouvidor da Anatel, Aristóteles dos Santos, divulgou nesta sexta, 4, o relatório regimental sobre as atividades da agência relativos ao período de julho de 2004 a julho de 2005. O documento de 100 páginas pode ser obtido no site da agência. Sua leitura é, com certeza, recomendável a todo o setor. O ouvidor destaca que a agência apresenta problemas de ordem conceitual, estrutural e metodológica. Em relação às questões conceituais, Aristóteles Santos afirma que o modelo de privatização privilegiou o retorno do capital aos investidores em detrimento da qualidade da prestação do serviço e do atendimento ao usuário de serviços de telecomunicações, os direitos do consumidor e do cidadão. Conseqüentemente, os principais problemas de caráter estrutural dizem respeito à fraca possibilidade de atendimento ao usuário por parte da agência, incluindo o desaparelhamento das denominadas ?salas do cidadão?, que formalmente estão instaladas em todas as capitais. Em relação aos procedimentos de fiscalização e atendimento, o ouvidor considera que são inadequados e pouco ágeis, além de ?desrespeitados?. Aristóteles se refere especificamente aos Termos de Ajuste de Conduta, os TACs e aos Procedimentos para Apuração de Descumprimento de Obrigações, os PADOs. Em relação a estes últimos, por exemplo, o ouvidor observa que dos 48.883 PADOs instaurados desde 1998, restam 34.644 em tramitação. A cada ano, a agência abre em média 6 mil processos e resolve apenas 2 mil deles, o que vai provocando um acúmulo importante que precisa ser considerado pela administração da casa. Em relação aos TACs, o ouvidor considera que a Anatel deva aplicar imediatamente a legislação e executar as empresas que não cumpriram os compromissos assumidos, sem prejuízo da retomada dos PADOs (suspensos pelos TACs).

COMENTÁRIOS

Nenhum comentário para esta notícia.

Deixe o seu comentário!

EVENTOS

Principal encontro do mercado de satélites brasileiro

31 de agosto a 1 de setembro
Royal Tulip Rio de Janeiro, RJ, Brasil
Top