OUTROS DESTAQUES
Políticas de comunicação
Ministério faz nova chamada para observadores livres da Confecom
sexta-feira, 04 de dezembro de 2009 , 19h23 | POR MARIANA MAZZA

Quem não conseguiu se cadastrar para uma das 130 vagas de "observadores livres" da 1ª Conferência Nacional de Comunicação (Confecom) terá uma segunda chance na próxima segunda-feira, 7. Após auditar as inscrições feitas na quinta-feira, 3, oito inscrições foram canceladas por conta de inconsistências verificadas pela Fundação Getúlio Vargas (FGV), responsável pela organização dos sistema de inscrição. Com isso, o Ministério das Comunicações resolveu reabrir o cadastramento, colocando à disposição dos interessados essas últimas posições de "observadores livres".
O sistema de registro será o mesmo utilizado da primeira rodada. Os interessados nessas últimas vagas terão que disputá-las por meio do portal oficial da Confecom (www.confecom.gov.br) e as posições serão preenchidas por ordem de inscrição. O formulário de cadastro estará disponível a partir do meio-dia.
O cadastramento dos "observadores livres" surpreendeu os organizadores por conta da alta procura da sociedade, fazendo com que em apenas dez minutos todas as vagas fossem preenchidas na primeira rodada. Em comunicado do Minicom, o presidente da comissão organizadora do evento, Marcelo Bechara, declarou que espera uma nova disputa acirrada pelas últimas vagas. "Sabemos que será ainda mais concorrido que a inscrição da última quinta-feira. Mas quem tiver sorte, conseguirá."
Vale lembrar que os observadores livres não terão direito à fala ou voto nas discussões realizadas na Confecom. O cadastro garante apenas o acesso à Plenária do evento, não sendo autorizada a participação nos grupos de trabalho – área restrita aos delegados eleitos. O evento ocorrerá em Brasília, no Centro de Convenções Ulysses Guimarães, entre 14 e 17 de dezembro. A lista dos observadores livres com vaga já assegurada pode ser conferida no site oficial da Confecom no link "notícias".

COMENTÁRIOS

Nenhum comentário para esta notícia.

Deixe o seu comentário!

EVENTOS
Não Eventos
Top