OUTROS DESTAQUES
Mercado
Investigação sobre A.Telecom gera problema para empresa homônima
sexta-feira, 05 de fevereiro de 2010 , 11h23 | POR MARIANA MAZZA

A revelação feita por este noticiário no fim do ano passado de que a Telefônica e sua subsidiária A.Telecom estariam sendo investigadas pela Anatel por suspeitas de prestação irregular de telefonia fixa no estado de São Paulo acabaram gerando repercussões sobre uma outra empresa do setor de telecomunicações que nada tem a ver com as apurações da agência reguladora. O problema ocorreu simplesmente porque as empresas são homônimas.
A A.Telecom investigada pela Anatel trata-se da Atrium Telecom, comprada pela Telefônica há cinco anos e incorporada no fim do ano passado. Mas os efeitos negativos da suspeita de prestação ilegal de telefonia fixa atingiram também a A.Telecom Teleinformática, empresa há 20 anos no setor, especializada na oferta de soluções para o mercado de Tecnologia da Informação, e que detém o registro da marca no Instituto Nacional de Propriedade Intelectual (INPI).
Segundo o diretor da A.Telecom Teleinformática, Filipe Penteado, a "confusão" entre as duas empresas mostrou seus efeitos ainda no ano passado. "Tivemos várias reclamações e fomos obrigados a realizar um grande esforço para esclarecer aos nossos clientes e fornecedores de que a A.Telecom sob investigação não era a nossa empresa", contou Penteado. Ainda assim, o diretor assegura que houve um forte impacto na carteira de clientes por conta da semelhança entre os nomes das duas empresas. "Nossa equipe de vendas tem encontrado enorme dificuldade até hoje para agendar visitas e ser recebida por potenciais clientes por conta dessa confusão."
Por enquanto, a empresa não informa quais medidas tomará sobre o assunto, mas assegura que sua equipe de advogados está analisando o caso para executar as ações cabíveis de proteção da marca A.Telecom Teleinformática.

COMENTÁRIOS

Nenhum comentário para esta notícia.

Deixe o seu comentário!

EVENTOS
Não Eventos
Top