OUTROS DESTAQUES
CTIA Wireless 2006
Para Nokia, voz ainda é fator central de crescimento
quarta-feira, 05 de abril de 2006 , 18h47 | POR REDAÇÃO

Jormam Ollil, presidente da Nokia, foi um dos palestrantes que abriram a CTIA Wireless, que acontece esta semana em Las Vegas. Naturalmente, a Nokia falou de novos serviços, novas aplicações, mas chamou a atenção o fato de a empresa ter destacado que, ainda hoje, e por muito tempo, o grande "driver" de crescimento da indústria de celular continuará sendo o serviço de voz. "Daí a importância de melhorar ainda mais a qualidde do sinal e das conexões". Para a Nokia, os países em desenvolvimento como China, Índia, Rússia e Brasil serão os impulsionadores de 80% do crescimento que se registrará até o final de 2008, quando se espera que a plataforma de telefones móveis chegue a 3 bilhões de usuários no mundo (hoje são 2,2 bilhões). "Cada país terá necessidades diferentes, então não há fórmula única a ser seguida". Mas a Nokia aposta muito no crescimento dos serviços que integram VoIP sobre handsets móveis, o que também significa uma aposta no crescimento das redes convergentes fixo-móvel.
Naturalmente, o celular como estação de entretenimento também é uma realidade inevitável, e hoje, segundo a Nokia, há meio bilhão de celulares com capacidade de tirar fotos no mundo e são realizados cerca de 4 milhões de downloads de músicas para celulares todos os dias.
Na área de TV móvel, a Nokia aposta, como já se sabe, no padrão DVB-H. Mas a empresa não falou em nenhum momento em um modelo gratuito. Na visão da empresa, é preciso chegar a um modelo "affordable" e que seja de uso simples. Aliás, nos EUA também não se fala em modelos gratuitos de televisão móvel, como acontece no Brasil. Em outubro, a Qualcomm promete lançar, em conjunto com a Verizon, a plataforma MediaFLO, que de certa forma concorre com o DVB-H estimulado pela Nokia e que é o caminho que a indústria de telefonia móvel e também a indústria de entretenimento pensa em desenvolver a TV móvel nos EUA.

COMENTÁRIOS

Nenhum comentário para esta notícia.

Deixe o seu comentário!

EVENTOS

Principal encontro do mercado de satélites brasileiro

31 de agosto a 1 de setembro
Royal Tulip Rio de Janeiro, RJ, Brasil
Top