OUTROS DESTAQUES
Eleições
TSE contrata Globalstar para transmissão de votos
quinta-feira, 05 de setembro de 2002 , 20h05 | POR REDAÇÃO

O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) contratou os serviços das Globalstar para a transmissão dos votos em localidades isoladas nas regiões Norte, Nordeste e Centro-Oeste. A partir da conexão dos terminais móveis da operadora a laptops, os votos serão transmitidos via satélite a uma velocidade de 9,6 kbps aos respectivos Tribunais Regionais Eleitorais (TREs), onde serão totalizados. "Esperamos encerrar a apuração às 22 horas, horário de Brasília, no próprio dia da eleição", afirma Jander Valente, coordenador de produção e suporte do TRE do Amazonas.
Sem a tecnologia da Globalstar, muitas urnas eletrônicas teriam de ser transportadas por helicóptero até os TREs. "E como os helicópteros, por segurança, não decolam à noite, as urnas só chegariam no dia seguinte", explica Valente. Um dos exemplos mais críticos no estado é o município de São Gabriel da Cachoeira, na fronteira com a Venezuela, onde há 16 localidades que só são alcançadas por helicóptero.
O contrato firmado pelo TSE com a Globalstar tem duração de três meses. O valor não foi revelado. A franquia acertada é de 80 minutos por mês, a um preço de R$ 3,7 para cada minuto excedente.
Além do Amazonas, também serão atendidos os estados do Mato Grosso, Maranhão, Pará, Roraima, Rondônia e Amapá.

COMENTÁRIOS

Nenhum comentário para esta notícia.

Deixe o seu comentário!

EVENTOS
Não Eventos
Top