OUTROS DESTAQUES
Política
Bernardo indica que prioridade do Minicom em 2015 será o "Banda Larga para Todos"
quarta-feira, 05 de novembro de 2014 , 20h14 | POR SAMUEL POSSEBON

Na solenidade de 17 anos da Anatel e despedida do conselheiro Jarbas Valente, cujo mandato se encerrou nesta quarta, dia 5, o ministro das Comunicações Paulo Bernardo reiterou que ainda não há uma definição sobre seu futuro no cargo. Disse que, a exemplo dos jornalistas, ainda busca informações sobre o tema. "Vocês apurem lá e me contem, porque também quero saber", disse ele. Mas ele repetiu que a prioridade da pasta seá o programa Banda Larga para Todos, plataforma de campanha da presidenta Dilma Rousseff e que pretende ampliar a quantidade de municípios servidos com fibra.

"Para universalizar a banda larga o primeiro desafio ainda é o de infraestrutura", disse ele. Mas Bernardo avaliou que também é preciso buscar aplicações que estimulem o aumento do uso da banda larga, e mencionou projetos de segurança pública, educação e saúde que dependem dessa infraestrutura. "Quanto mais demanda houver, mais barato fica para todos". Para Bernardo, o percentual de 47% de municípios com redes de fibra é insuficiente para tudo o que pode ser desenvolvido.

Sucessão na Anatel

Bernardo elogiou a atuação de Jarbas Valente como conselheiro da Anatel e repetiu o que já havia dito: se não fosse o momento político, certamente Jarbas Valente seria reconduzido. Essa possibilidade não está descartada, mas o ministro das Comunicações disse que ainda é preciso avaliar a oportunidade de enviar o nome a um Congresso que será renovado em janeiro e num momento de transição política.

COMENTÁRIOS

Nenhum comentário para esta notícia.

Deixe o seu comentário!

EVENTOS
Não Eventos
Top