OUTROS DESTAQUES
Política
João Rezende será chefe de gabinete do Ministério do Planejamento
quinta-feira, 06 de abril de 2006 , 19h13 | POR IVONE SANTANA

O presidente da Sercomtel, João Rezende, assume no início da próxima semana a chefia de gabinete do Ministério do Planejamento do Governo Federal. Rezende disse que foi convidado diretamente pelo ministro Paulo Bernardo para substituir o petista Ênio Verri, de Maringá, no Paraná, que deixa o cargo no gabinete para se candidatar a deputado estadual. O ministro e o presidente da Sercomtel se conheceram em Londrina, Paraná, sede da operadora, há anos, e mantêm laços políticos dentro do Partido dos Trabalhadores, e de amizade.
Perguntado se está preocupado com os rumos da política do governo Lula e seu papel nesse contexto, Rezende disse que sua atuação será técnica, segundo orientações do ministro. ?Vou trabalhar para consolidar os projetos do Ministério do Planejamento e reeleger o presidente Lula?, afirmou. Rezende já foi secretário da Fazenda de Londrina, trabalhou na companhia de desenvolvimento do município e está na Sercomtel há cerca de três anos. Mas reconhece que agora terá uma função nacional, que envolve um trabalho de política global, relacionamento com outros ministros e com outras prefeituras. ?É um desafio profissional grande e espero corresponder. O ministro terá uma agenda extensa a cumprir e serei muito cobrado.?
Rezende disse que o conhecimento que adquiriu ao longo de sua carreira no serviço público o ajudará na nova função. Como poderá usar o know how que adquiriu na área de telecomunicações para tentar explicar os problemas ao ministro e ajudar a analisar os problemas do setor? Bem, Rezende não quer se comprometer ainda, mas prometeu levar a Paulo Bernardo e ajudá-lo a estudar os temas que estiverem sob a jurisdição do Ministério. Destacou os assuntos que considera importantes no setor, como inclusão digital, parceria público privada e TV digital.

Grupo rentável

Na próxima segunda-feira, o conselho de administração da Sercomtel deverá reunir-se para deliberar sobre a saída de Rezende da presidência da operadora fixa, celular e negócios de internet e call center. Em seu lugar será empossado Gabriel Ribeiro Campos, que até agora presidia a Companhia Municipal de Trânsito e Urbanização (CMTU) de Londrina. Campos foi indicado pelo prefeito do município, Nedson Micheleti (PT), pois a prefeitura detém 55% das ações da Sercomtel, enquanto a companhia de energia Copel controla os 45% restantes.
Economista formado pela PUC, 42 anos, Rezende deixa a operadora com 150 mil assinantes fixos (95% de market share), 90 mil celulares (40%) e 20 mil clientes de banda larga (97% do mercado). O grupo Sercomtel obteve lucro de R$ 1 milhão e rentabilidade entre 2% e 2,5% no ano passado. A operação fixa registrou lucro de R$ 5 milhões e a móvel ficou com prejuízo de R$ 4,6 milhões.

COMENTÁRIOS

Nenhum comentário para esta notícia.

Deixe o seu comentário!

EVENTOS

Principal encontro do mercado de satélites brasileiro

31 de agosto a 1 de setembro
Royal Tulip Rio de Janeiro, RJ, Brasil
Top