OUTROS DESTAQUES
Sucessão na Anatel
Schymura diz que deixará a agência
quarta-feira, 07 de janeiro de 2004 , 14h57 | POR REDAÇÃO

Luiz Guilherme Schymura afirmou, após a posse do novo presidente da Anatel, Pedro Jaime Ziller, nesta quarta, 7, que deixará a agência. Ele explicou que ingressou na Anatel, ainda no governo Fernando Henrique, para ocupar as duas funções (presidente e conselheiro) e que não faria sentido exercer apenas uma delas. Não houve entretanto nenhuma prova visível de constrangimento ou mal-estar entre Schymura, Ziller, o ministro das Comunicações Miro Teixeira e o ministro-chefe da Casa Civil, José Dirceu, também presentes à solenidade. Pelo contrário, José Dirceu agradeceu repetidamente a Schymura em nome do presidente Lula pelos serviços prestados no comando da agência.
Miro Teixeira também buscou desfazer desavenças passadas, afirmando que tem uma relação de amizade com Schymura e que também é bastante grato ao trabalho do ex-dirigente da Anatel. O ministro ressaltou ainda que se depender dele, Schymura não deixará a Anatel: "A minha vontade é que ele fique". Usando este desejo como argumento, Miro respondeu que não teria portanto como ter pensado em um outro nome para substituir Schymura no conselho. "Vou tentar convencê-lo a ficar", disse Miro.
Contudo, em seu discurso, o ministro finalizou os agradecimentos a Schymura dizendo acreditar que ele se colocará à disposição do governo para um cargo público, dando a entender que o ex-presidente da Anatel pode até ocupar outra função dentro do governo. Agora resta saber se Miro continua como ministro para que então seja definido o nome do novo conselheiro da Anatel.

Secretaria

Com a nomeação de Pedro Jaime Ziller para a Anatel, abre-se a vaga na secretaria de telecomunicações do Minicom. O ministro das Comunicações disse que ainda não tem definição em relação ao substituto, mas que certamente será alguém do quadro do ministério. Ele disse, em tom de brincadeira, que não aceitará que Ziller leve membros de sua equipe para a agência. E ressaltou, falando seriamente, a qualidade do quadro de funcionários da Anatel. Sobre seu futuro político, Miro prometeu pronunciar-se nesta quinta, 8.

COMENTÁRIOS

Nenhum comentário para esta notícia.

Deixe o seu comentário!

EVENTOS
Não Eventos
Top