OUTROS DESTAQUES
TV digital
Abra repudia adiamento da cota de celulares com recepção de TV
quinta-feira, 07 de janeiro de 2010 , 17h10 | POR REDAÇÃO

A radiodifusão, ou pelo menos a parte dela representada pela Abra, associação encabeçada pela Bandeirantes e pela RedeTV!, não gostou da decisão governamental de adiar a determinação que estabelece que pelo menos 5% dos telefones celulares fabricados no Brasil sejam capazes de receber os sinais da TV aberta, com interatividade. A Abra divulgou nota nesta quinta, 7, discordando do adiamento. Em dezembro de 2008, portarias interministeriais do Ministério da Ciência e Tecnologia e do Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior determinaram que a partir de 1º de janeiro de 2010 as empresas que produzem telefones celulares no Brasil deveriam fabricar pelo menos 5% de modelos capazes de receber sinais de TV digital. Contudo, no final de 2009, o governo adiou a cota para 2012.
Para a Abra a decisão "é lamentável". A associação diz que "é um atentado contra o telespectador, que não terá o serviço de TV móvel e gratuito". A nota lembra que, com o adiamento, perde-se um dos maiores ganchos para a venda dos equipamentos que contam com recepção de TV, a Copa do Mundo.
Em agosto de 2009, diversos fabricantes de telefones celulares que atuam no País foram recebidos pelo Ministério do Desenvolvimento Indústria e Comércio Exterior para discutir o tema. Para o setor, a meta de 5% é muito acima da demanda por este tipo de aparelho, que seria de não mais que 0,5% dos equipamentos fabricados.

COMENTÁRIOS

Nenhum comentário para esta notícia.

Deixe o seu comentário!

EVENTOS

Principal encontro de lideranças do mercado de telecomunicações

19 de setembro a 20 de setembro
Royal Tulip Brasilia Alvorada, DF, Brasil
Top