OUTROS DESTAQUES
Mercado
Portugal Telecom e Telefónica buscam realinhamento
quarta-feira, 07 de março de 2007 , 18h43 | POR REDAÇÃO

Matéria publicada no jornal Finantial Times nesta quarta-feira, 7, afirma que a Portugal Telecom estaria disposta a vender sua participação acionária na Vivo para a Telefónica se a operadora espanhola resolver o mal-estar causado pelo seu recente apoio à mal-sucedida OPA (oferta pública de aquisição), feita pela Sonaecom à companhia portuguesa. No último dia 2 de março, os acionistas da Portugal Telecom se posicionaram contrários à proposta de alteração da regra que estipula um limite de 10% de peso para o voto de qualquer sócio nas assembléias da companhia, mesmo que ele detenha uma participação acionária maior que esse percentual. Derrubar esse limite era fundamental para seguir adiante a OPA de 11,6 bilhões de euros feita pela Sonaecom. A Telefónica é sócia na Portugal Telecom, mas devido ao apoio à OPA, as relações azedaram com os sócios que rejeitaram a proposta.
Segundo o Finantial Times, haveria um desejo por parte de alguns acionistas de que a Telefónica substituísse Antonio Viana Baptista, um de seus representantes no conselho de administração da Portugal Telecom. Em troca, a operadora portuguesa poderia iniciar uma negociação para a venda de sua participação na Vivo para a Telefónica.
O presidente da Portugal Telecom, Henrique Granadeiro, prefere chamar o mal-estar entre os sócios de ?desalinhamento estratégico?. Uma possível solução para o problema seria a saída da Telefónica do capital da Portugal Telecom. Em matéria publicada também nesta quarta-feira pela agência de notícias Lusa, Granadeiro disse que uma eventual saída da Telefónica ?não seria nenhuma tragédia?. O executivo acredita que haverá um realinhamento na estrutura societária da empresa em razão de um programa de recompra de ações próprias. Sobre a Vivo, Granadeiro disse que se houver um comprador natural da operadora brasileira seria a Portugal Telecom. Mas em seguida ressalvou que ?não há ativos inalienáveis?.

COMENTÁRIOS

Nenhum comentário para esta notícia.

Deixe o seu comentário!

EVENTOS
Não Eventos
Top