OUTROS DESTAQUES
Reforma ministerial
Eunício se despede; Minicom deve ser renovado
quinta-feira, 07 de julho de 2005 , 20h02 | POR REDAÇÃO

O ministro Eunício de Oliveira se despediu nesta quinta, 8, do Ministério das Comunicações. O cargo será dado agora a Hélio Costa, a ser nomeado nesta sexta, 9. Falando à imprensa, Eunício de Oliveira manifestou frustração por não ter conseguido viabilizar o uso dos recursos do Fust (frustração, aliás, manifestada pelos últimos três ministros que passaram pela pasta). Atribuiu a dificuldade à não aprovação do projeto de lei que regulamenta as agências. Ele mostrou-se satisfeito, contudo, com os resultados conseguidos na questão da TV digital, com a inclusão das instituições de pesquisa nos debates sobre o tema.

Desmonte

Segundo fontes bem informadas, deve ser grande o desmonte do Ministério das Comunicações. A principal baixa será a do secretário executivo Paulo Lustosa, que deixa o cargo logo após a transição. Hélio Costa, que tem muito mais ligações com o setor de radiodifusão, deve refazer a maior parte do quadro. O trabalho do Minicom de aproximar os setores de radiodifusão e telecomunicações fica incerto agora. As teles temem a proximidade de Costa em relação ao setor de TV. As TVs querem distância dos movimentos do Minicom, bancados sobretudo por Paulo Lustosa, no sentido de refazer a regulamentação de comunicação. Não se sabe como ficará a posição do novo ministro em relação a uma futura Lei de Comunicação Social.
Fica a dúvida em relação à Anatel. O atual presidente, Elifas Gurgel do Amaral, era indicação de Eunício de Oliveira, que não deve mais apoiar seu indicado. O mandato de Elifas vai até novembro, assim como seu mandato de presidente da agência. Com essa indefinição, também deve ficar em banho-maria, por um tempo, o projeto de reestruturação da Anatel. Hélio Costa certamente vai dar seus palpites.

COMENTÁRIOS

Nenhum comentário para esta notícia.

Deixe o seu comentário!

EVENTOS
Não Eventos
Top