OUTROS DESTAQUES
Balanço
Ajuste contábil derruba lucro da TIM Participações
quarta-feira, 07 de novembro de 2007 , 14h34 | POR REDAÇÃO

Ao implantar um novo sistema de crédito e cobrança a TIM descobriu que deixou de cobrar de seus clientes R$ 173,3 milhões relativos à venda parcela de aparelhos durante este e os três últimos exercícios fiscais. Com isso, a empresa deu baixa do valor da rubrica ?contas a receber? e alocou R$ 118,6 milhões como ?despesa de inadimplência?. O procedimento derrubou o lucro líquido da empresa no terceiro trimestre, que teria sido de R$ 51,5 milhões para um prejuízo de R$ 128 milhões. No trimestre passado, o lucro foi de R$ 34 milhões. No terceiro trimestre do ano passado o prejuízo líquido foi de R$ 93,76 milhões.
O Ebitda no trimestre foi de R$ 547,3 milhões com margem de 17,3%. Excluindo-se o impacto não recorrente da baixa do ?contas a receber?, o Ebitda teria sido de R$ 720,5 milhões, 25,3% de crescimento com relação ao mesmo período do ano passado, representando uma margem de 22,4%.
A receita líquida total foi de R$ 3,163 bilhões, sendo 16,3% superior à verificada
no terceiro trimestre do ano passado, principalmente em função da expansão das operações, informa o balanço da empresa. No período, parte do evento não recorrente relativo à baixa do contas a receber (R$ 54,7 milhões) está sendo deduzida na receita líquida de aparelhos. Excluindo esse efeito, a receita líquida total teria crescido 18,3% na comparação ano-a-ano. A receita líquida de serviços somou R$ 2,877 bilhões no trimestre, uma expansão de 20,2% em relação aos R$ 2,394 bilhões apresentados no mesmo período do ano passado.
A TIM encerrou o terceiro trimestre do ano com uma base de 29,16 milhões de clientes, uma expansão de 21,1% nos últimos 12 meses. O market share da TIM cresceu de 25,1% no terceiro trimestre do ano passado para 25,9% no terceiro trimestre deste ano. No período, a empresa adquiriu 1,681 milhão de novos clientes, o que representa 27,6% de participação nas adições líquidas do mercado. A receita média por usuário (Arpu) foi R$ 34, praticamente estável em relação aos R$ 34,4 e R$ 34,6 registrados no terceiro e no segundo trimestres do ano, respectivamente.

COMENTÁRIOS

Nenhum comentário para esta notícia.

Deixe o seu comentário!

EVENTOS
Não Eventos
Top