OUTROS DESTAQUES
Políticas de comunicação
ABPTA retoma campanha contra PL 29
segunda-feira, 07 de dezembro de 2009 , 19h04 | POR MARIANA MAZZA

A Associação Brasileira de Programadores de Televisão por Assinatura (ABPTA) retomou nesta semana a campanha publicitária contra o PL 29/2007, que pretende organizar o setor de TV paga no Brasil e iniciar um programa de fomento do audivisual nacional. Na peça publicitária, um apresentador fala da criação das cotas de conteúdo nacional no projeto e que a iniciativa retirará o "poder de escolha" dos assinantes. Diz ainda que, se aprovado, canais internacionais terão que veicular programas nacionais e que outros canais podem acabar sendo retirados dos pacotes comercializados atualmente.
A campanha é conhecida dos assinantes de TV paga. Há dois anos, a Associação Brasileira de TV por Assinatura (ABTA) deu início à empreitada de combate às cotas, também com uma campanha publicitária veiculada pelas TVs pagas. Na época, a iniciativa foi bastante criticada pelos produtores de conteúdos – maiores benefíciários da política de cotas – e por alguns deputados que defendem a criação da política de fomento. A ABTA acabou tirando a propaganda do ar, mas manteve ativo um site com informações contra as cotas e por onde os assinantes podem enviar mensagens aos deputados pedindo o retirada do fomento de texto do projeto de lei.
Este site é citado na propaganda da ABPTA (www.liberdadenatv.com.br), o que sugere que há uma relação entre as duas campanhas, embora as peças publicitárias sejam visualmente diferentes.

COMENTÁRIOS

Nenhum comentário para esta notícia.

Deixe o seu comentário!

EVENTOS

Principal encontro de lideranças do mercado de telecomunicações

19 de setembro a 20 de setembro
Royal Tulip Brasilia Alvorada, DF, Brasil
Top