OUTROS DESTAQUES
Intelig pode atrapalhar planos da Telefônica de entrada em novos mercados
sexta-feira, 08 de março de 2002 , 20h13 | POR REDAÇÃO

A Intelig estipulou o dia 15 de março como a data limite para receber uma resposta da Telefônica contendo propostas de line sharing e bit stream, as modalidades mais brandas de unbundling. Até agora, a operadora local de São Paulo apresentou apenas uma proposta de full unbundling (desagregação total da rede). A Intelig só aceita assinar um contrato guarda-chuva que envolva os três tipos de desagregação. Se a Telefônica não responder dentro do prazo citado, a Intelig encaminhará uma carta à Anatel relatando todo o histórico das negociações. "É preciso que a agência reguladora tome conhecimento de que a pendência acerca do unbundling persiste", explica o diretor de assuntos regulatórios da Intelig, Alain Rivière. Com isso, os planos da Telefônica de entrar em novos mercados podem ser atrasados, pois a Anatel sinalizou que só emitirá novas outorgas de STFC para aquelas empresas que tiverem resolvido também pendências como o unbundling.

COMENTÁRIOS

Nenhum comentário para esta notícia.

Deixe o seu comentário!

EVENTOS

Principal encontro do mercado de satélites brasileiro

31 de agosto a 1 de setembro
Royal Tulip Rio de Janeiro, RJ, Brasil
Top