OUTROS DESTAQUES
Base de pós-pago da BCP supera pré-pago, diz presidente da operadora
segunda-feira, 08 de abril de 2002 , 20h49 | POR REDAÇÃO

Para mostrar que as operações da BCP seguem em frente, apesar do default de US$ 375 milhões e das divergências entre seus principais sócios (banco Safra e BellSouth), o presidente da empresa, Dante Iacovone, afirmou nesta segunda-feira, 8, que seus objetivos operacionais vêm sendo cumpridos normalmente e que nenhum fornecedor está deixando de atendê-los. "Na sexta-feira passada fechamos contratos com três fornecedores de handsets para completar nosso atendimento", disse. Segundo Iacovone, a BCP conseguiu cumprir seu objetivo de aumentar a base de clientes pós-pagos em relação à base de pré-pagos em fevereiro. Os clientes sem conta ficaram em 40% do total, ante os 60% da modalidade pós-paga. A média dos quatro a cinco meses anteriores era de 80% para pré-pagos e 20% para pós-pagos. O feito deveu-se basicamente ao lançamento de aparelhos pós-pagos da Ericsson a R$ 99. O executivo falou à imprensa durante o 4º Seminário Telecom, realizado nesta segunda, 8, em São Paulo.

COMENTÁRIOS

Nenhum comentário para esta notícia.

Deixe o seu comentário!

EVENTOS

Principal encontro do mercado de satélites brasileiro

31 de agosto a 1 de setembro
Royal Tulip Rio de Janeiro, RJ, Brasil
Top