OUTROS DESTAQUES
TV digital
Brasil e Argentina selam acordo para adoção do ISDB
segunda-feira, 08 de setembro de 2008 , 18h37 | POR MARIANA MAZZA

O Brasil está prestes a comemorar a primeira adesão de um país vizinho ao padrão ISDB de TV digital. Nesta segunda-feira, 8, a equipe da presidente da Argentina, Cristina Kirchner, e membros do governo brasileiro assinaram uma declaração oficial para trabalhar conjuntamente nos estudos tecnológicos e pesquisas sobre o padrão digital escohido pelo Brasil. Mesmo sem ter anunciado formalmente a escolha do sistema ISDB, o acordo assinado pela Argentina é tratado pelo governo como o primeiro passo em direção à adoção.
"É o primeiro passo para a adoção do padrão japonês com ferramentas brasileiras para interatividade", afirmou o ministro das Comunicações, Hélio Costa, após o evento. "Se a escolha for feita, é um passo importantíssimo para as comunicações na América do Sul", complementou.
A iniciativa de fazer essa manifestação formal de estudos conjuntos partiu dos argentinos, segundo o assessor especial da Casa Civil André Barbosa, que participou da solenidade realizada no Palácio do Planalto nesta segunda, onde foram fechados diversos acordos entre os dois países. Apesar de nenhum membro do governo afirmar categoricamente que a escolha do ISDB foi selada nesta manhã, há poucas dúvidas de que esta seria uma sinalização bastante contundente de que a Argentina irá aderir ao sistema.
Barbosa lembra que o próprio Brasil passou pela mesma situação em 2006 quando decidiu-se pelo padrão japonês de TV digital: primeiro firmou um termo de cooperação e, alguns meses depois, efetivou formalmente a escolha. O anúncio oficial, porém, partirá do governo argentino, caso este mantenha a intenção sinalizada hoje.

Em 10 dias

Se o Brasil levou meses entre o primeiro acordo e a efetiva adoção do sistema, a Argentina deve ser mais veloz em seu cronograma. Na semana passada, a imprensa argentina já anunciava a escolha do ISDB e aguardava que o anúncio fosse formalizado hoje no Brasil. O anúncio não ocorreu, mas as perspectivas são de que em 10 dias o termo final seja assinado.
Está prevista uma visita do vice-ministro de Assuntos Internos e Comunicações do Japão, Akira Terasaki, à Argentina no dia 18 de setembro. Nessa data, uma comitiva brasileira também deve aterrisar em solo argentino com o objetivo de assinar em definitivo o acordo de adoção do ISDB.

COMENTÁRIOS

Nenhum comentário para esta notícia.

Deixe o seu comentário!

EVENTOS

Principal encontro do mercado de satélites brasileiro

31 de agosto a 1 de setembro
Royal Tulip Rio de Janeiro, RJ, Brasil
Top