OUTROS DESTAQUES
Aquisições
Negociações da BrT arrastam-se sem boas perspectivas
terça-feira, 08 de outubro de 2002 , 18h34 | POR REDAÇÃO

As primeiras propostas apresentadas pela Brasil Telecom não agradaram nem aos acionistas da Intelig, nem da Globenet, e as negociações estão se arrastando sem boas perspectivas. No caso da Intelig, ambas as partes parecem irredutíveis em suas exigências. E na Globenet, o valor proposto para a compra do cabo submarino 360americas, assim como as condições de pagamento, foi considerado muito abaixo das expectativas.
Não se sabe, porém, quais foram os valores e as formas de pagamento propostos pela Brasil Telecom. As negociações para adquirir a MetroRED, a terceira empresa visada pela incumbent, também seguem sem novidades. As informações são de fontes bem situadas no mercado.
Sabe-se que os negócios, com sinal verde dado pelo conselho administrativo da BrT antes da saída da Telecom Italia de seu controle, se complementam. A BrT tem a intenção de deter uma rede nacional de longa distância interligada a uma saída internacional. Assim, enquanto a operadora não fechar a compra da Intelig não fará sentido buscar a conclusão da compra do 360americas.
Como a empresa não antecipou metas de universalização, uma das alternativas mais prováveis para concluir o negócio seria a compra de 19,9% do controle de cada uma das redes com opção de aquisição completa posterior, no mesmo modelo anunciado para uma outra aquisição recente da empresa, a compra da rede da Vant. Esta última transação, aliás, suscitou denúncias da concorrência de que na prática a operadora estaria controlando uma outra empresa de telecomunicações antes de cumprir com as metas de 2003. A Anatel estabeleceu um processo de apuração de descumprimento de obrigação (Pado) por este motivo.

COMENTÁRIOS

Nenhum comentário para esta notícia.

Deixe o seu comentário!

EVENTOS
Não Eventos
Top