OUTROS DESTAQUES
Governança da Internet
Internet Society continua reticente com a NetMundial Initiative
segunda-feira, 08 de dezembro de 2014 , 18h03 | POR BRUNO DO AMARAL

Duas semanas depois de divulgar nota recusando cadeira permanente e rechaçando a NetMundial Initiative (NMI), a Internet Society (ISOC) publicou no domingo, 7, uma atualização sobre a posição da entidade. Embora afirme que as recentes tentativas do Comitê Gestor da Internet do Brasil (CGI.br) de esclarecer o assunto tenham sido "um passo positivo adiante", continua reticente em relação à necessidade de um conselho na iniciativa, bem como sua seleção, transparência financeira e os objetivos e metas de longo prazo.

O comunicado, atribuído à presidente e CEO da ISOC, Kathryn Brown, lembra que a entidade não é a única representante de setores que tem demonstrado preocupação – na última sexta-feira, 5, o Internet Architecture Board (IAB) afirmou que "nenhum conselho de coordenação é necessário agora". "Parece estar havendo um consenso crescente de que o mapeamento proposto e outros esforços de crowdsourcing, caso sigam adiante, deveriam ser gerenciados por meio de processo bottom-up", diz o texto, redirecionando para a posição do IAB.

A executiva utiliza tom conciliador, em especial com o CGI.br, mas ressalta as preocupações que continuam mesmo após a sessão de perguntas e respostas (seguida de reunião aberta) do Comitê de transição da NetMundial Initiative, formado também pela Internet Corporation for Assigned Names and Numbers (ICANN) e pelo Fórum Econômico Mundial (WEF), na última sexta. "Apreciamos que nossos amigos do Brasil tenham tentado responder às preocupações da comunidade", declara a executiva, citando ainda a necessidade de realizar o Internet Governance Forum (IGF 2015) de forma bem sucedida – o evento acontecerá em novembro em João Pessoa. "Espero que possamos criar um consenso em como interesses diversos, incluindo aqueles do CGI.br, podem funcionar juntos para dar espaço para todo mundo na mesa", declara.

Kathryn Brown declara que a Internet Society doou um total de US$ 200 mil para a associação de apoio à IGF, declarando apoiar diálogos bottom-up de uma organização global e descentralizada. "Estamos ansiosos para entender como a NMI irá fortalecer esse movimento emergente bottom-up", diz. Um encontro entre os diretores da ISOC e ICANN, além dos chairs da IAB e da Internet Engineering Task Force (IETF), deverá se reunir no próximo dia 17 para discutir a iniciativa e "melhorar a coordenação entre nossas respectivas organizações".

COMENTÁRIOS

Nenhum comentário para esta notícia.

Deixe o seu comentário!

EVENTOS

Principal encontro do mercado de satélites brasileiro

31 de agosto a 1 de setembro
Royal Tulip Rio de Janeiro, RJ, Brasil
Top