OUTROS DESTAQUES
Conversão pulso-minuto
Detalhamento da conta traz dúvidas para a Telefônica
sexta-feira, 09 de março de 2007 , 13h10 | POR REDAÇÃO

Apesar de a Anatel ter esclarecido na última quinta-feira no seu site que o consumidor não precisará pedir o detalhamento da conta mês a mês, Stael Prata, diretor-geral da Telefônica, afirma que ?a princípio? o pedido deverá ser feito mês a mês, sim. ?Estamos estudando estratégias para definir como vai ser o detalhamento. Eventualmente o cliente pode não querer receber todo mês um calhamaço de papel, sem falar no impacto que isso tem para o meio ambiente?, disse ele.
Marcos Bafutto, diretor de regulamentação, reconhece que não sabia dessa interpretação da agência, e afirma que a Telefônica cumprirá o que for determinado. ?A Telefônica não afronta nenhuma atitude da Anatel. Mas nosso entendimento é que muita gente vai querer apenas o detalhamento de algum mês específico?, afirma. O detalhamento das chamadas de até 120 dias atrás poderá ser pedido gratuitamente.

Cronograma

A Telefônica anunciou nesta sexta-feira, 9, o cronograma de migração dos assinantes de pulso para minuto. A migração se iniciará em de 16 de março pela região de São José do Rio Preto, que compreende cerca de 143 municípios e 346 mil linhas. A migração das demais regiões será gradativa e acontecerá entre 2 de maio 29 de junho, sendo que a capital paulista ficará por último com prazo previsto de 2 a 29 de julho, já que é a região onde se concentra o maior número de linhas, 2,74 milhões. Assim, a empresa pretende cumprir o prazo da Anatel fixado em 31 de julho.
Eduardo Bernstein, diretor de produtos residenciais da Telefônica, explica que o cronograma foi desenhado a partir da abrangência da mídia. Dessa forma, as cidades mais populosas ficam expostas por mais tempo à campanha de esclarecimento que será veiculada em TV, jornais, revistas e rádio. A fatura virá com encartes explicativos, dois meses antes da mudança e nos dois meses posteriores. Na internet o cliente também encontra a data de migração da sua cidade, preços dos planos e uma calculadora para simular os gastos mensais em minutos a partir de um perfil de uso informado pelo próprio cliente.

Planos

Na simulação da Telefônica, chamadas com mais de cinco minutos ficam mais baratas no PASOO (Plano Alternativa de Serviço de Oferta Obrigatória). O consumidor que não entrar em contato com a empresa para pedir o PASOO, será migrado automaticamente para o plano básico, seguindo o cronograma. De acordo com Stael Prata, cerca de 85% dos cliente tem perfil para o plano básico, o restante formado majoritariamente por assinantes de acesso discado à internet, tem, portanto, perfil para o PASSO. O cliente também poderá pular a qualquer momento de um plano o outro.
Hoje a Telefônica tem cerca de 2,5 milhões de assinantes de planos alternativos tarifados em pulso, que serão migrados de uma vez entre 2 e 29 de maio.

COMENTÁRIOS

Nenhum comentário para esta notícia.

Deixe o seu comentário!

EVENTOS
Não Eventos
Top