OUTROS DESTAQUES
Sérgio Motta fez falta ao Fust e Funttel
quinta-feira, 09 de agosto de 2001 , 22h06 | POR REDAÇÃO

Apesar de o governo haver enviado o projeto ao Congresso dentro do prazo previsto na LGT, Goldman considera que a doença e a morte do ministro Sérgio Motta foram prejudiciais à implantação do Fust: "infelizmente as pessoas que o sucederam não tiveram a mesma competência para enfrentar esta questão, e daí a lei do Fust de arrastou por mais de dois anos." Goldman diz que o mesmo aconteceu com o Funttel: "se a gente demorasse um pouco mais na LGT, o Funttel também poderia ter entrado nela. Mas a gente tinha ainda muitas dúvidas sobre como concretizar os fundos, e então achamos melhor tocar o que já tínhamos pronto. A gente imaginava que em seis meses os dois fundos estariam aprovados", justifica-se.

COMENTÁRIOS

Nenhum comentário para esta notícia.

Deixe o seu comentário!

EVENTOS

Principal encontro do mercado de satélites brasileiro

31 de agosto a 1 de setembro
Royal Tulip Rio de Janeiro, RJ, Brasil
Top