OUTROS DESTAQUES
Estratégias
3G, portabilidade e WiMAX acirram concorrência, diz GSM Americas
sexta-feira, 09 de novembro de 2007 , 21h06 | POR ANA LUIZA MAHLMEISTER

Um estudo da GSM Américas aponta os segmentos que mais terão impacto no crescimento de assinantes móveis na América Latina: as redes 3G, a portabilidade numérica e o WiMAX. O estudo aponta o Peru como o país com maior potencial de penetração da telefonia móvel, quase dobrando o número de assinantes até o final de 2008 comparado a 35% hoje.
Segundo Erasmo Rojas, diretor para a América Latina e Caribe do 3G Américas, uma das principais preocupações das operadoras da região é o aumento do Arpu (receita média por usuário) com a proximidade da portabilidade numérica que será implantada no México em 2008 e no ano seguinte no Brasil. A média de Arpu na região é de US$ 15 (US$ 14 no Brasil, US$ 17 no México e US$ 10 na Argentina) ?O lançamento das redes 3G na região, começando pela Argentina, Uruguai e Chile, têm como principal objetivo a elevação desse valor?, diz Rojas. No Brasil em torno de 20 milhões de assinantes são pós-pagos. ?Desse total, pelo menos 10% serão usuários de redes 3G nos próximos dois anos?, prevê o executivo. Ele também aponta que o próximo alvo será o público pós-pago com a queda do preço dos aparelhos.
No Uruguai, segundo o estudo, a rede 3G tem potencial de atingir 250 mil assinantes nos próximos 18 meses de um total de 2,5 milhões de usuários. Quanto ao WiMAX, o país mais adiantado da região é o Chile, onde a Telmex fez um teste em setembro em 24 cidades.

COMENTÁRIOS

Nenhum comentário para esta notícia.

Deixe o seu comentário!

EVENTOS

Principal encontro de lideranças do mercado de telecomunicações

19 de setembro a 20 de setembro
Royal Tulip Brasilia Alvorada, DF, Brasil
Top