OUTROS DESTAQUES
Operadoras e fornecedores criticam ocupação da faixa de 1,9 GHz
quarta-feira, 10 de abril de 2002 , 21h17 | POR REDAÇÃO

A possibilidade de haver mais uma operadora de SMP dentro da faixa de 1,9 GHz deve despertar críticas por parte de operadoras de telefonia móvel (por óbvia preocupação com a concorrência) e de fornecedores que vêm apostando na expansão da telefonia móvel brasileira em 1,8 GHz – faixa compatível com o GSM – como Siemens, Nokia e Alcatel. O Fórum UMTS também manifestou contrariedade na consulta pública, encerrada nesta terça-feira, 9, afirmando que uma nova operação móvel em 1,9 GHz perpetuaria a impossibilidade da ocupação total da faixa originalmente reservada para o IMT-2000, estabelecida internacionalmente para a terceira geração de telefonia móvel (3G).

COMENTÁRIOS

Nenhum comentário para esta notícia.

Deixe o seu comentário!

EVENTOS

Principal encontro do mercado de satélites brasileiro

31 de agosto a 1 de setembro
Royal Tulip Rio de Janeiro, RJ, Brasil
Top