OUTROS DESTAQUES
Cai o ágio na troca de papéis da Telefônica
quarta-feira, 10 de maio de 2000 , 22h15 | POR REDAÇÃO

Segundo cálculos da analista de telecom de um dos bancos brasileiros mais ativos no setor de telecomunicações, os ganhos dos acionistas na troca de ações da Telesp por Brazilian Depositary Receipts (BDRs) da Telefónica Internacional estão menores. Os portadores dos papéis brasileiros que fizeram em 12 de janeiro a troca proposta pela TISA ganhavam o equivalente a 33% sobre o valor de face de suas ações. Isto ocorria devido à grande diferença entre o valor de mercado, em dólares, de ambos os papéis. No dia 5 de maio último, essa diferença caiu para 19%. A tendência é de uma redução ainda maior desta margem.

COMENTÁRIOS

Nenhum comentário para esta notícia.

Deixe o seu comentário!

EVENTOS

Principal encontro do mercado de satélites brasileiro

31 de agosto a 1 de setembro
Royal Tulip Rio de Janeiro, RJ, Brasil
Top