OUTROS DESTAQUES
Entidade também pede apoio para produção de componentes
sexta-feira, 10 de maio de 2002 , 20h08 | POR REDAÇÃO

A Abinee quer que o governo apoie a produção de componentes ativos (chips) que são utilizados cada vez mais na fabricação de automóveis, eletrodomésticos, brinquedos e equipamentos de telecomunicações. Segundo a associação, 100% dos componentes ativos usados no Brasil são importados, gerando déficit de US$ 8 bilhões. Além disso, a associação defende uma revisão nos impostos brasileiros, principalmente o ICMS, que chega a 28% em algumas capitais. Mas Paiva Lopes admite que em ano eleitoral será impossível qualquer alteração nesse sentido. "Vamos tentar convencer os candidatos", explica.

COMENTÁRIOS

Nenhum comentário para esta notícia.

Deixe o seu comentário!

EVENTOS

Principal encontro do mercado de satélites brasileiro

31 de agosto a 1 de setembro
Royal Tulip Rio de Janeiro, RJ, Brasil
Top