OUTROS DESTAQUES
Crise
BCP vale um terço de sua dívida
quinta-feira, 10 de outubro de 2002 , 18h29 | POR REDAÇÃO

Para os analistas de telecomunicações, a BCP terá grandes dificuldades em ser negociada, em que pesem recorrentes rumores sobre o interesse de empresas nacionais e estrangeiras por ela. Por um único motivo: sua dívida supera mais de três vezes seu valor de mercado.
Se for considerada só a dívida da empresa, que era de US$ 1,6 bilhão em junho ? antes do default de US$ 375 milhões – o preço total seria de R$ 6 bilhões a preços de hoje. Ou R$ 3,3 mil por assinante, um preço absurdo se comparado com o valor da sua concorrente, a Telesp Celular.
Para comprar a operadora da banda A, que cobre todo o Estado de São Paulo, pelo valor de mercado, o preço seria de R$ 3,4 bilhões mais um prêmio de controle, por exemplo, de 60%. No total, seriam R$ 5,44 bilhões ou pouco mais de R$ 1 mil por cliente. Para valer a pena, a BCP, que atua só na Grande São Paulo, deveria, portanto, ser comprada por R$ 1,7 bilhão, ou pouco menos de US$ 450 milhões.

COMENTÁRIOS

Nenhum comentário para esta notícia.

Deixe o seu comentário!

EVENTOS
Não Eventos
Top