OUTROS DESTAQUES
Cabos submarinos
Global Crossing sai do Chapter 11
quarta-feira, 10 de dezembro de 2003 , 17h55 | POR REDAÇÃO

A Singapore Technologies Telemedia (ST Telemedia) e a Global Crossing fecharam na última terça, dia 9, acordo de aquisição que permitiu à operadora de cabos submarinos sair do Chapter 11. A ST Telemedia adquiriu 61,5% das ações da Global Crossing por U$ 250 milhões, além de investir mais US$ 200 milhões em senior secured notes, que originalmente seriam distribuídos a credores antigos.
A Global Crossing saiu do Chapter 11 com uma rede baseada em IP com alcance em mais de 500 dos principais centros de negócios em todo o mundo. A empresa informa ter mantido, enquanto estava sob o processo de concordata, uma base de faturamento anual de aproximadamente US$ 3 bilhões, ao mesmo tempo em que reduziu as despesas operacionais do segmento de telecomunicações em aproximadamente 63%, a partir de um pico anual de aproximadamente US$ 2 bilhões no início de 2001, para um nível anual estimado de cerca de US$ 700 milhões atualmente.
Segundo Gilberto Silva, diretor geral da Global Crossing no Brasil, a saída do Chapter 11 vai permitir à empresa retomar na América Latina investimentos pontuais no upgrade da rede e novas plataformas de serviços, além do reforço da força de vendas para aumentar a penetração. Um dos principais objetivos da Global Crossing, que atua no Brasil com um licença de Serviço de Comunicação Multimídia (SCM), é atrair empresas de porte médio, oferecendo serviços baseados em IP, VPN, Frame Relay e ATM. No Brasil, entre clientes conquistados internamente ou externamente, a operadora atende a um total de cerca de 70 empresas.

COMENTÁRIOS

Nenhum comentário para esta notícia.

Deixe o seu comentário!

EVENTOS
Não Eventos
Top