OUTROS DESTAQUES
Mercado
Mesmo em queda, Brasil foi o que mais investiu dentre países ibero-americanos
quarta-feira, 11 de janeiro de 2017 , 16h42

Estudo da Organización de Telecomunicaciones de Iberoamérica (OTI) divulgado nesta quarta-feira, 11, mostra que o Brasil foi o que mais investiu em telecomunicações dentre os países da América Latina e região da Península Ibérica durante o segundo trimestre de 2016, alcançando US$ 9,936 bilhões. Apesar de isso representar 27,5% do total dentre as nações pesquisadas, foi uma redução de 1,8% em comparação com igual período de 2015, considerando valor constante do dólar. A entidade afirma que a razão da queda é a contínua retração do segmento móvel, que representa 46,7% do mercado brasileiro, além da "persistente instabilidade econômica e política" no País.

Ao todo, os investimentos na região Ibero-americana totalizaram US$ 36,175 bilhões. Considerando somente o mercado dos Estados Unidos, foram US$ 122,794 bilhões, um avanço de 0,2%. Assim, incluindo os EUA, os investimentos totais foram de US$ 158,969 bilhões no segundo trimestre na região, o que representa um avanço de 0,9% no comparativo anual. 

Como destaques na América Latina estão o México, com US$ 5,993 bilhões (aumento de 3,5%), Argentina (US$ 2,194 bilhões, avanço de 32,1%) e Colômbia (US$ 1,709 bilhão, aumento de 2,3%). Espanha investiu US$ 3,407 bilhões (aumento de 4,1%) e Portugal, US$ 594 milhões (crescimento de 2,9%). A empresa categoriza os maiores responsáveis pelo crescimento em implantação de redes convergentes e crescentes esforços no investimento, cobertura e qualidade das telecomunicações, o que resulta em aumento na adoção e consumo das redes de banda larga fixa e de televisão.

COMENTÁRIOS

Nenhum comentário para esta notícia.

Deixe o seu comentário!

EVENTOS
Não Eventos
Top