OUTROS DESTAQUES
Mais duas empresas devem contratar a Global Crossing
terça-feira, 11 de abril de 2000 , 22h08 | POR REDAÇÃO

A Global Crossing tem praticamente fechado com pelo menos mais duas outras empresas nacionais a venda de capacidade de seu anel South America Crossing (SAC), segundo seu vice-presidente de vendas e desenvolvimento de novos negócios, James Meaney. Ele prefere no entanto não revelar a identidade destes possíveis novos clientes. Segundo ele, os primeiros provedores de backbones submarinos a chegarem no Brasil terão grandes vantagens em relação aos concorrentes mais retardatários. É que os serviços de transmissão internacional de voz e dados "no atacado" deverão ter redução anual de preço de 20% nos próximos anos. Por outro lado, o volume total de faturamento nesta modalidade no mercado brasileiro evoluirá de US$ 32 bilhões, em 1999, para US$ 68 bilhões em 2003. O trecho do SAC no Brasil, ligado à Argentina ao Sul e ao Caribe e Estados Unidos ao Norte, deve ter operações iniciadas a partir de 15 de outubro.

COMENTÁRIOS

Nenhum comentário para esta notícia.

Deixe o seu comentário!

EVENTOS

Principal encontro do mercado de satélites brasileiro

31 de agosto a 1 de setembro
Royal Tulip Rio de Janeiro, RJ, Brasil
Top