OUTROS DESTAQUES
Empresas, menos a Vésper, criticam mudanças nas faixas do WLL
quinta-feira, 11 de abril de 2002 , 19h33 | POR REDAÇÃO

As empresas que submeteram comentários às propostas de mudanças nas faixas de WLL feitas em consulta pública encerrada dia 8 pela Anatel criticaram duramente as alterações. Para que sejam feitas mudanças nas faixas de freqüências destinadas ao IMT 2000, a Anatel colocou em consulta pública alterações nas resoluções que destinam as faixas de freqüências reservadas ao WLL. A Consulta Pública 366 altera a destinação das faixas dedicadas ao WLL das concessionárias e das espelhos. A faixa destinada às concessionárias passa a ser de 1895 MHz a 1990 MHz e 1975 MHz a 1980 MHz. Para as espelhos as novas faixas são: 1900 MHz a 1910 MHz e 1980 MHz a 1990 MHz. A Consulta Pública 367 altera as faixas de WLL a serem compartilhadas entre concessionárias e autorizadas de STFC. A nova faixa proposta é de 1910 MHz a 1920 MHz. A seguir os comentários enviados às consultas públicas, encerradas no dia 8 de abril:
Consulta Pública n.366
Vésper quer saber quem arca com custos das mudanças
11/04/2002, 19:33
Sobre a Consulta Pública 366, a Vésper diz que concorda com a posição adotada pela Anatel, mas pede que a agência esclareça duas questões. A primeira delas é quem arcará com os custos da transição de uma faixa de freqüência para outra, já que isto demandará um volume grande de recursos. Outra dúvida da espelho é qual prazo será estabelecido para que as empresas realizem as mudanças determinadas pela consulta pública.

COMENTÁRIOS

Nenhum comentário para esta notícia.

Deixe o seu comentário!

EVENTOS

Principal encontro do mercado de satélites brasileiro

31 de agosto a 1 de setembro
Royal Tulip Rio de Janeiro, RJ, Brasil
Top