OUTROS DESTAQUES
Internacional
Apenas em 2013 assinantes de cabo da Europa deixaram de ser majoritariamente analógicos
quarta-feira, 12 de março de 2014 , 15h38 | POR SAMUEL POSSEBON, DE AMSTERDÃ

Pode parecer surpreendente, mas na Europa, apenas em 2013 a base de assinantes digitais superou a base de assinantes de serviços de TV por assinatura analógicos. Dos 57,6 milhões de assinantes de cabo na Europa, apenas um pouco mais da metade (cerca de 29 milhões) são assinantes digitais. Outros 27,2 milhões têm banda larga e 22,3 milhões têm telefonia provida pelas operadoras de cabo. Os números foram apresentados no Cable Congress 2014, evento da Cable Europe (associação de operadores do continente) que acontece esta semana em Amsterdã.

Apenas como comparação, no Brasil todas as operadoras de DTH são digitais e a Net Serviços, que é a maior operadora de cabo, praticamente não tem mais clientes na base analógica. Outras operadoras de cabo médias também têm boa parte de suas bases digitalizadas, o que leva o percentual de clientes digitais a mais de 90% (isso se refere a assinantes de serviços digitais, o que inclui os assinantes de canais em alta definição e os que têm o serviço em definição padrão).

Em termos gerais, o mercado europeu de TV representa 207 milhões de domicílios, dos quais 57,6 milhões assinam serviços de cabo, 68,4 milhões estão em serviços de DTH, 20,7 milhões estão em serviços de IPTV e 58,2 milhões recebem os sinais de TV aberta digital.

As receitas do mercado de cabo apenas somaram em 2013 um total de 22 bilhões de euros, com um crescimento de 6% no ano passado. As operadoras de cabo conseguem, ainda hoje, 53% das suas receitas com serviços de TV (crescimento de 4% em 2013), 28% das receitas vêm dos serviços de Internet (crescimento anual de 9%) e 19% das receitas já são oriundas de serviços de voz.

Uma característica interessante do mercado na Europa é o grande número de operadores. São mais de seis mil. Países como a Suíça têm mais de 220 operadores, e alguns como a Romênia e a Polônia passam de 600. Mas em termos de assinantes, metade deles está concentrada na mão de grandes players.

COMENTÁRIOS

Nenhum comentário para esta notícia.

Deixe o seu comentário!

EVENTOS

Principal encontro do mercado de satélites brasileiro

31 de agosto a 1 de setembro
Royal Tulip Rio de Janeiro, RJ, Brasil
Top