OUTROS DESTAQUES
Pedido de proposta não é claro
quarta-feira, 12 de abril de 2000 , 22h30 | POR REDAÇÃO

"A Telemar não especificou muitas coisas em seu pedido de propostas, como quem será o operador, quem cobrirá os riscos de lançamento. E é quase impossível lançar o satélite antes de terminar o prazo da Anatel, mas a agência provavelmente dilatará esta data caso a operadora apresente um projeto completo e comece a contratar fornecedores", explica o diretor de uma grande operadora global de satélites que está em negociações com a tele brasileira. Além disso, a Telemar está contratando um grande número de estações terrenas e, até que seu futuro satélite fique pronto, deve utilizar o Brasilsat B4, a ser lançado em poucos meses pela Embratel, segundo fontes do mercado.

COMENTÁRIOS

Nenhum comentário para esta notícia.

Deixe o seu comentário!

EVENTOS

Principal encontro do mercado de satélites brasileiro

31 de agosto a 1 de setembro
Royal Tulip Rio de Janeiro, RJ, Brasil
Top