OUTROS DESTAQUES
Briga pode parar em corte de arbitragem em Londres
quinta-feira, 12 de julho de 2001 , 20h36 | POR REDAÇÃO

Diante do voto contrário da Telecom Italia, o presidente do conselho administrativo da Solpart, Luiz Octávio da Motta Veiga, considerou que a discussão havia chegado a um impasse, ou "deadlock", como prefere chamar. Em situações de "deadlock", o estatuto da Solpart prevê que os acionistas levem a discussão para instâncias superiores, com o intuito de chegarem a um acordo. O primeiro passo, segundo Motta Veiga, seria por na mesma mesa, frente a frente, os principais executivos do Opportunity e da Telecom Italia, ou seja, Daniel Dantas e Roberto Colaninno, respectivamente. Se eles não se entenderem, a discussão é levada a uma corte de arbitragem em Londres, a última instância. Motta Veiga estima que o processo levaria 60 dias para chegar nesse ponto. Considerando que a Telecom Italia precisa resolver o problema antes disso para que a Brasil Telecom tenha tempo de antecipar as metas, é provável que os advogados da companhia italiana busquem outra saída.

COMENTÁRIOS

Nenhum comentário para esta notícia.

Deixe o seu comentário!

EVENTOS

Principal encontro do mercado de satélites brasileiro

31 de agosto a 1 de setembro
Royal Tulip Rio de Janeiro, RJ, Brasil
Top