OUTROS DESTAQUES
Estratégia
ALU quer oferecer serviços a grandes clientes na América Latina
quarta-feira, 12 de novembro de 2014 , 21h19 | POR SAMUEL POSSEBON, DE NEW JERSEY A CONVITE DA ALU

A estratégia da Alcatel-Lucent (ALU) para a América Latina não será, obviamente, diferente da estratégia definida pela própria empresa nessa nova fase do plano de reestruturação. Segundo Osvaldo Di Campli, presidente da Alcatel-Lucent para a região da América Latina e Caribe, a empresa manterá o foco em estratégia de redes heterogêneas na parte de acessos móveis, transporte IP e difusão dos conceitos de virtualização dos elementos da rede. Além disso, a Alcatel-Lucent na América Latina espera ter cerca de 10% a 15% de suas receitas  com clientes fora do mercado de telecomunicações tradicional, com foco em governos, bancos e operadoras de TV a cabo. "Mas nessa estratégia a gente usa o relacionamento com as teles como camal para esses novos clientes", explica, já que grandes empresas que têm esse desafio de otimização de suas redes são, obviamente, clientes das operadoras de telecomunicações.

Na parte móvel, a estratégia da Alcatel-Lucent aposta fortemente na expansão do mercado de small cells e redes heterogêneas (hetnets) como forma de compensar o espaço até aqui não conquistado no mercado de macrocélulas. Hoje a ALU tem 17 contratos de small cells na América Latina.

COMENTÁRIOS

Nenhum comentário para esta notícia.

Deixe o seu comentário!

EVENTOS
Não Eventos
Top