OUTROS DESTAQUES
Brasil não precisa esperar, diz ITU
quinta-feira, 13 de abril de 2000 , 20h38 | POR REDAÇÃO

Segundo Robert W. Jones, diretor do Radiocommunication Bureau da ITU, nenhum país do mundo precisa, contudo, aguardar as decisões do encontro de Istambul antes de tomar qualquer decisão de alocação. Até porque num encontro como esse é impossível ter garantias de que alguma decisão será tomada. Ele se refere especificamente ao caso brasileiro, que ainda está buscando uma definição sobre o uso de faixas de freqüência que poderão ser utilizadas para o IMT-2000 (caso da tão aguardada freqüência do PCS). Mas uma questão importante para os países que não estão seguindo a recomendação de reserva da faixa de 1,9 GHz para a terceira geração (como EUA e países da América Latina, exceto o Brasil) deverá ser discutida neste encontro de Istambul. Trata-se da questão do reaproveitamento das faixas hoje usadas para serviços de segunda geração de telefonia celular para uso futuro para o IMT-2000.

COMENTÁRIOS

Nenhum comentário para esta notícia.

Deixe o seu comentário!

EVENTOS

Principal encontro do mercado de satélites brasileiro

31 de agosto a 1 de setembro
Royal Tulip Rio de Janeiro, RJ, Brasil
Top