OUTROS DESTAQUES
Fundos votaram de maneira independente
sexta-feira, 13 de julho de 2001 , 19h46 | POR REDAÇÃO

Segundo Costa e Silva, seu voto e o de Clóvis Carvalho (outro conselheiro indicado pelos fundos de pensão) não levaram em conta a cláusula da Invitel que os obriga a votar seguindo a indicação do Opportunity no conselho da Solpart. "Nossos votos se basearam no que consideramos ser o melhor para a companhia", afirmou Costa e Silva. Para garantir definitivamente a independência do voto de seus conselheiros, os fundos de pensão movem uma ação contra a Invitel na 43ª Vara Judicial do Rio de Janeiro.

COMENTÁRIOS

Nenhum comentário para esta notícia.

Deixe o seu comentário!

EVENTOS

Principal encontro do mercado de satélites brasileiro

31 de agosto a 1 de setembro
Royal Tulip Rio de Janeiro, RJ, Brasil
Top