OUTROS DESTAQUES
Telefonia celular
3G Americas divulga estudo sobre evolução do GSM
terça-feira, 13 de setembro de 2005 , 19h12 | POR REDAÇÃO

O 3G Americas, grupo que reúne 17 empresas em torno da evolução da tecnologia GSM, divulgou nesta terça-feira, 13, o relatório ?Capacidade de dados: o GPRS para o HSDPA?, preparado pelo consultor independente de tecnologia sem fio, Peter Rysavy, da Rysavy Research. O primeiro teste com a tecnologia High Speed Downlink Packet Access (HSDPA) foi realizado pela Cingular Wireless, nos EUA, fazendo com que as operadoras do mundo inteiro analisem esse padrão de transmissão de dados para telefonia celular.
O relatório analisa o desempenho da família de sistemas de dados GSM ? GPRS, Edge e a UMTS/HSDPA ?, seu funcionamento e a sua posição em relação às outras tecnologias no mercado.
O estudo é uma confirmação de pesquisas anteriores sobre HSDPA, uma versão avançada do UMTS para dados em pacotes que oferece taxas médias de transmissão entre 550-1.100 Kbps e taxas máximas teóricas de 14 Mbps. O relatório também reafirma a possibilidade da HSDPA de aumentar a eficiência de espectro em 2,5 a 3,5 vezes, após a atualização das redes das operadoras.
Segundo Erasmo Rojas, diretor para a América Latina e Caribe do 3G Americas, a região está analisando as tecnologias Edge, EV-DO, UMTS e sua evolução, o HSDPA. ?No Brasil, as licenças da Anatel para 3G ficarão para o próximo ano. Isso permite que as operadoras analisem com cuidado as experiências de outros países, levando em conta a velocidade de transmissão, custo da rede e do terminal?, diz Rojas.
Entre as vantagens do UMTS/HSDPA, segundo o 3G Américas, está a possibilidade de roaming global em 65 países onde o UMTS já foi ou será implementado. O relatório, ?Capacidade de dados: do GPRS para o HSDPA e além?, está disponível gratuitamente no site do 3G Americas: www.3gamericas.org.

COMENTÁRIOS

Nenhum comentário para esta notícia.

Deixe o seu comentário!

EVENTOS
Não Eventos
Top