OUTROS DESTAQUES
Handsets
TIM inicia venda de desbloqueados, mas não acaba com subsídio
quinta-feira, 14 de janeiro de 2010 , 16h16 | POR FERNANDO PAIVA

A TIM está passando por um processo de transição em sua estratégia de venda de aparelhos. No quarto trimestre do ano passado a operadora começou a vender três modelos desbloqueados, todos low end: Nokia 1661, LG KP109 e Samsung E1085. A partir de fevereiro deste ano, o objetivo é comprar apenas aparelhos desbloqueados, salvo raras exceções que, por força contratual, impedem esse movimento, como no caso do iPhone, da Apple, e dos Blackberries, da RIM. Por trás dessa decisão da TIM está a nova estratégia da empresa, que visa concentrar mais esforços na oferta de serviços. "O consumidor deve ser atraído para a TIM por causa do plano, não do aparelho", comenta o diretor de marketing da companhia, Rogério Takayanagi.
Durante os próximos meses ainda haverá celulares da TIM sendo vendidos bloqueados, pois há muitos terminais desse tipo em estoque. Mas a operadora se oferecerá para desbloqueá-los, se o cliente assim desejar. Sobre o iPhone, a TIM vem conversando com a Apple a respeito da possibilidade de rever o contrato, de forma a permitir que o produto passe a ser vendido desbloqueado, tal como já faz a Oi.
O movimento da TIM não significa que a operadora vá parar de subsidiar telefones celulares. O cliente pós-pago terá sempre a opção de receber um desconto no aparelho, mediante assinatura do contrato de 12 meses, ou trocá-lo por um abatimento na conta mensal. Além disso, a companhia pretende continuar montando portfólio com terminais estratégicos, como vem fazendo nos últimos meses, ao ter sido a primeira a lançar modelos como o BlackBerry Storm e o Motorola Aura.
Vale destacar que, embora desbloqueados, os handsets continuarão sendo vendidos com a customização para uso na TIM, com configuração e softwares para acesso aos serviços da operadora.

COMENTÁRIOS

Nenhum comentário para esta notícia.

Deixe o seu comentário!

EVENTOS
Não Eventos
Top